terça-feira, 31 de maio de 2011

Beleza negra nos cabelos

                                                  Beleza negra nos cabelos
Uma das características que mais ressalta a beleza da mulher negra são os cabelos. E muito se engana quem pensa que, por causa do tom da pele, elas não podem ter os cabelos coloridos.
existe uma infinidade de tonalidades que valorizam e enaltecem os traços delas.

 eu sou terapeuta capilar e cabeleireira especialista em cabelos crespos indico quais as melhores cores para os cabelos crespos. “Gosto dos tons marrons, avermelhados e acobreados, mas isso depende do estilo da pessoa”. pra mim, as que gostam de ousar e chamar a atenção podem usar o vermelho. Mas as mais básicas e discretas devem fazer jus à personalidade e não colocar uma cor que não combine com seu jeito de ser.
É bem verdade que tinturas costumam danificar os cabelos, deixando-os ressecados, fracos e porosos. Diante disso, eu afirmo que uso  tinturas, e sou muito  a favor dos tonalizantes “Eles têm a fama de não danificarem o cabelo”,. e   permite que a mulher use outras químicas nos cabelos, como alisamento, relaxamento ou permanente afro. Eu  uso uma  tintura que  é permitido aplicar com  essas técnicas.
na hora do alizamento, ou relaxamento a cliente ja escolhe a cor e, é possivel até ser loira, acredita?
eu so alerto que as mulheres de cabelos crespos  devem tomar mais cuidados do que as que têm cabelos lisos. Esse tipo de cabelo é normalmente mais seco e fino - e pede um cuidado especial.
Uma das causas dos cabelos fragilizados é tentar mudar o visual em casa, de maneira irresponsável. “As mulheres negras costumam fazer o cabelo em suas residências, e isso é terrível”. Para cuidar de cabelos crespos é necessário ter cautela e paciência.  deve- se questionar se ela está usando algum produto ou fazendo algum tratamento de saúde que interfira em seus cabelos. Faço sempre o teste da mecha, para não obter resultados desagradáveis.
eu  já cuidei de cabelos que na primeira olhada da pra ver que é um desafio, aviso que mulheres que querem se tornar princezas devem procurar bons profissionais e utilizar os produtos  recomendado por  eles. Além disso, é imprescindível manter os fios hidratados e não fazer aplicação de química em casa.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

SÓ LOIROS

                                                                                                
Grande parte das mulheres se rendem à tintura
. Quanto mais claro for o tom escolhido, mais rápido a raiz
aparecerá. . . .





 Ok, você aceita entrar na moda e modificar o tom do seu cabelo, mas como se já não fosse complicado chegar até aqui, ainda se depara com todas essas técnicas de coloração e descoloração.


                                            Mas não desista!   





Não existem regras que definem a melhor opção para cada mulher, entre na moda com os cabelos mais bonitos e mais claros! "O clareamento feito com as mechas pega uma quantidade maior de fios de cabelo, dando uma sensação de serem mais largas. As mechas são indicadas para todo tipo de cabelo, tanto os mais escuros quanto os mais claros, dependendo apenas do tom escolhido"


 : você vai saber cada passo pra chegar lá sem estragar os fios nem se arrepender depois.


Valorize a loira que existe em você: não deixe o tom das sobrancelhas contrastar muito com o dos fios e evite make intenso nos olhos se o batom for forte e vice-versa.

 



 Os produtos utilizados para a descoloração costumam ressecar a fibra capilar e deixar as cutículas mais abertas, prejudicando o brilho e a textura e fazendo surgir o efeito espigado. Os danos são menores se, em vez de clarear com descolorante, a cor natural do seu cabelo aceitar a mudança apenas com tintura.
.Exige cuidados específicos. Pode se preparar para usar produtos especiais para loiras, cujas formulações possuem agentes que evitam que o amarelo fique opaco ou com aspecto de palha. Lembre-se de que usar os produtos certos é o melhor caminho para manter a cor bonita por mais tempo.

A proposta desta reportagem é justamente mostrar como todo mundo pode investir em uma mudança no cabelo. Porém, diz o conceito de colorometria — estudo da entonação de cores — que o loiro-claro vai melhor com peles claras, tipo rosadas e olhos claros; o loiro-mel ou dourado combina mais com peles claras, porém amareladas e olhos castanhos; já o loiro-escuro ou queimado pode ser usado com qualquer tom de pele.




 Ainda segundo o bom senso, as peles de tons médios têm como opções os loiros médios, escuros e o mel. As peles muito brancas ganham os loiros claríssimos e claros, além das cores disponíveis para as peles médias.



 



Cabelo mais claro descubra quais as técnicas que ficam bem para seu cabelo...
Técnicas de coloração e descoloração fazem a cabeça das mulheres

 


O cabelo loiro é a cor preferida nas ruas e nos salões. No entanto, a cor tem muitas nuances que podem - ou não - combinar com cada tipo e tom de pele da brasileira. A regra para descolorir os fios é bem simples: mulheres com peles bronzeadas ou naturalmente morenas devem optar pelos tons mais escuros de loiro ou o mel.

O processo de descoloração exige que os fios estejam em bom estado para que não quebrem ou ressequem.
. "A descoloração não estraga os fios desde que seja feita de maneira adequada e com o auxílio de um cabeleireiro de confiança para avaliar quantos tons se pode clarear. Por se tratar de um processo químico intenso, ela modifica a estrutura dos cabelos e, portanto, pode sensibilizá-los",.

As mulheres que têm alguma tinta no cabelo precisam fazer uma decapagem (retirada da tinta anterior) para depois obter o loiro com a coloração. Quem está com o cabelo natural pode aplicar o descolorante ou uma tinta clareadora

domingo, 29 de maio de 2011

conheça a tabela de cores maxtom as 6 mais lindas e mais pedidas

6.7    CHOCOLATE




                                    7.3 LOURO MEL
           




                                  3.66 ACAJU  PÚRPURA 
                                  




                                            6.64 VERMELHO VIBRANTE




                                        4.66 BORGONHA





                                          6.44 COBRE INTENSO

sábado, 28 de maio de 2011

ESCOVA DE CALCIO EM PROMOÇÃO DE 200 POR 150 REAIS

                                                          
                                                   ESCOVA DE CALCIO




                         

Por enquanto, existe a venda apenas um produto, . Ele é vendido para salões. Para encontrar a escova, ligue no 21 34728308.
O hidróxido de cálcio deixa a escova compatível com outros alisantes.  A técnica já foi aprovada pela Anvisa, custa, em média, R$200 e deve ter o retoque feito em seis meses.
Atenção: Quem tem fios coloridos e alisados deve fazer o teste de mechas. É contra indicada para quem usou descolorante ou é gestante.
Manutenção: É preciso ficar três dias sem lavar ou prender os cabelos após a escova definitiva. Depois desse período, dê preferência a xampus sem sal e faça hidratações toda semana.

Adeus formol

Progressiva s/ formol

Escova progressiva sem formol

Sabia que você pode ter cabelos lisos sem depender desse componente do mal?


Desde que a escova progressiva com formol foi proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), muitas adeptas se sentiram meio órfãs , . No entanto, a indústria cosmética, atenta aos pedidos incessantes das consumidoras, desenvolveu produtos capazes de mudar a estrutura dos fios sem danificá-los e com princípios ativos que não põem em risco a saúde.
                                   Alisa, tira volume e doma cachos

• O método: Amaciamento Progressivo é desenvolvido em 5 sessões e não agride nem um pouco os fios.

• O que é e como age:
 O produto tem como principal componente a amônia, substância que, em contato com os fios, consegue amolecê-los, deixando-os prontos para uma nova modelagem. No caso, o alisamento. O líquido neutralizante, indispensável após qualquer química, possui formulação rica em proteínas, nutrindo o fio e garantindo que ele fique macio, brilhante e com balanço natural.
• Indicação: todos os tipos de cabelos, .
• Diferencial:  Há versões do tratamento atendendo às características de cada tipo de cabelo: danificado, colorido e natural. No cabelo colorido, é aplicada a versão do produto com efeito iluminador, especial para a manutenção do brilho da coloração; já no danificado, usa-se a versão do produto que funciona como repositor de queratina para recuperar a saúde dos fios. Ele também pode ser usado apenas para tirar o volume ou disciplinar os cachos mais rebeldes.

• “Todo tratamento, como esse, que não desestrutura o fio, precisa de mais de uma aplicação para o resultado esperado. Se a questão for apenas volume excessivo, o problema fica resolvido logo na primeira aplicação. Já quando a intenção é se livrar completamente dos cachos, é preciso pelo menos 5 aplicações, que são feitas em intervalos de uma semana.

• Cuidados: lavagem apenas após 48 horas da aplicação. e deve ser feita no salão.Também fica proibido prender o cabelo – mesmo com elástico macio ou fivelas pequenas.

• Durabilidade: três meses até que o cabelo volte à estrutura original.
• Preço: de 150 a 300 reais, em média.

     LISINHO EM APENAS 2 SESSÕES
• Produto à base de tioglicolato de amônia (um princípio ativo que serve para amolecer a fibra capilar, deixando-a maleável para ser moldada), desenvolvido com a chamada “tecnologia autocontrole catiônico”. Em linguagem leiga, isso quer dizer que é capaz de preservar as estruturas de queratina enquanto alisa, mantendo o cabelo saudável.

• Indicação: qualquer tipo de cabelo, inclusive o afro.•  o cabelo se mantém forte e íntegro durante todas as etapas do serviço. Há também versões do produto para fios sensibilizados (com química anterior ou coloração); finos ou resistentes (muito crespos). Por ser ativado pelo calor, se você usar o secador em casa o efeito fica ainda mais bonito. Se deixar secar ao natural, ele não fica superliso, mas perde o volume.• Resultado: fios lisos e brilhantes logo após a  2a  aplicação.

• Cuidados: a primeira lavada tem de ser depois de 48 horas no salão. Além disso, durante esse período, não se pode pegar chuva, prender o cabelo ou usar tintura metálica (aquela que tem alumínio ou outros minerais na fórmula). Os fios precisam de produtos específicos para cabelo alisado ou quimicamente tratado, que cuidam da reposição de nutrientes perdidos durante o processo como ceramidas. “Além de servirem como tratamento, eles mantêm o efeito alisado por mais tempo”,

• Durabilidade: o resultado dura até que a raiz comece a aparecer. Daí é a vez dos retoques

• Preço: de 100 a 300 reais; o retoque custa cerca de 30% do valor total do tratamento

                            .Diga não ao formol
 há salões que ainda oferecem a antiga versão da escova progressiva – e, pior, clientes que ignoram os riscos e continuam dispostas a tudo para alisar os fios. Há  bons motivos para você repensar.: a técnica é perigosa. E, agora, já temos à disposição técnicas sem formol

Quem faz está agindo contra a lei.

Desde maio do ano passado, a Associação Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu esse tratamento por utilizar o formol, um componente altamente tóxico para o organismo. A quantidade máxima (e segura) permitida em formulações cosméticas é de 0,2%, dosagem insuficiente para produzir um alisamento nos fios. “Para deixar o cabelo crespo liso, só usando uma quantidade muito acima do permitido o que significa colocar a saúde em risco”,

 “O uso do formol além do limite descrito acima pode provocar irritação nos olhos, nas narinas, dor de cabeça, irritação e feridas no couro cabeludo e na pele do rosto que entrar em contato com ele, intoxicação e problemas respiratórios. As repetições só agravam o problema: podem ocorrer lesões na córnea, insuficiência respiratória, além da queda de fios”,
      O que é o formol?
“Também conhecido como formalina, é um líquido incolor tóxico, de cheiro forte e característico, obtido a partir da dissolução do gás formaldeído. Vale lembrar que ele é irritante e, por isso mesmo, tem seu uso indicado apenas em produtos que não entrem em contato direto com a pele. É empregado na assepsia de material cirúrgico em geral e para preservar cadáveres por ter ação bactericida e antisséptica
”,Se é tão agressivo, por que o cabelo fica tão lindo depois da aplicação?
Porque para compensar a ação danosa do formol na camada interna dos fios (o recheio), a técnica inclui aplicações de altas doses de queratina concentrada. “Ela forma um tipo de filme que encapa os fios, deixando-os perfeitos do lado de fora e vazios do lado de dentro. Após algumas aplicações sucessivas, o cabelo fica sensível, partindo até com uma simples escovação”,
 “O cabelo novo cresce saudável, mas o que foi danificado pela ação do formol fica fragilizado e quebradiço. Por isso mesmo são indicadas sessões regulares de reconstrução com queratina para recondicionar o fio que foi, de certa forma, esvaziado”,
Dependendo do estado do cabelo, ele pode não aguentar outra química forte e entrar em processo de enfraquecimento severo e queda. Além disso, nem todos os princípios ativos são compatíveis entre si. Só após uma análise minuciosa e um teste de mecha, ambos feitos por um profissional especializado, é que outra técnica poderá ser aplicada.
Esqueça a ideia! de fazer receitinhas caseiras, Para começar, a venda de formol em farmácias é proibida. Pense bem: se feita por um profissional que estudou a fundo cabelos e afins, a manipulação da substância já é perigosa, imagine fazê-la em casa, sem o mínimo de cuidado e conhecimento.

Se deseja descolorir saiba os pros e os contras

Você quer tudo para garantir um cabelo colorido exatamente na cor dos sonhos. A coisa complica quando se deseja loiros. pois é preciso descolorir os fios para chegar à nuance desejada.

» Agora, o que muita gente não sabe é que esse tipo de técnica pode danificar (e muito!) as madeixas. Para garantir o look almejado sem sustos, descubra quais são os prós e contras desse método.
"Descoloração é o processo de retirar a pigmentação dos fios, ou seja, tirar a cor antiga dos cabelos - sejam eles naturais ou tingidos - e aplicar uma nova tonalidade, de acordo com o que a pessoa quer",
Antes de iniciar a técnica, é importante consultar um especialista para que não se cometam erros. É feito um estudo dos cabelos para saber se estão ou não saturadas de química e se estão em condições de passar pela descoloração sem riscos, como quebra e queda.
O ideal é que a cabeleira não esteja enfraquecida para agüentar todas as etapas. Em seguida, aplica-se pó-descolorante à base de amônia para abrir a cutícula do cabelo, e água oxigenada com volume, que pode variar conforme a tonalidade da pigmentação do fio e a cor que deseja ser alcançada.
Se a pessoa quiser ficar loira platinada, da noite para o dia, a única opção é aderir a descoloração, já que o processo é específico para clarear as madeixas.
O mesmo vale para quem deseja iluminar o visual com mechas e luzes douradas e tem os fios muito escuros. "Quem não tem pressa de ficar loira, pode optar por transformar a tonalidade do cabelo aos poucos, o que agride menos
existe diferentes graus de descoloração. Isso é, dependendo da tonalidade que a pessoa quer chegar é usado mais ou menos oxidante.
 Deve-se evitar descolorir cabelos danificados por processos químicos, já que a descoloração pode deixá-los ainda mais fracos, podendo levar a quebra. "Também é importante fazer o teste de mecha, pois a técnica pode causar irritabilidade extrema no couro cabeludo como alergia ou lesões".



A descoloração, ou até mesmo a decapagem, não deve ser feita por pessoas alérgicas aos produtos usados na técnica ou cabelos muito danificados.

Para quem deseja ficar loira




Grande parte das mulheres  querem clarear os cabelos. Se você faz parte desse grupo  , leia este guia com atenção: você vai saber cada passo pra chegar lá sem estragar os fios nem se arrepender depois.

De morena a loira

: não deixe o tom das sobrancelhas contrastar muito com o dos fios e evite make intenso nos olhos se o batom for forte e vice-versa.

Ser loira...

 Quanto mais claro for o tom escolhido, mais rápido a raiz aparecerá. Quem quer manter o cabelo em dia pode se preparar para visitar o salão pelo menos a cada 20 dias.
visitas quinzenais podem significar um gasto fixo de quase 200 reais ao mês.
. . Fragiliza o cabelo. Os produtos utilizados para a descoloração costumam ressecar a fibra capilar e deixar as cutículas mais abertas, prejudicando o brilho e a textura e fazendo surgir o efeito espigado. Os danos são menores se, em vez de clarear com descolorante, a cor natural do seu cabelo aceitar a mudança apenas com tintura.
.Disfarça imperfeições. A cabeleira loira chama tanta atenção que probleminhas incômodos como olheiras, espinhas, ruguinhas ficam em segundo plano.
.Exige cuidados específicos. Pode se preparar para usar produtos especiais para loiras, cujas formulações possuem agentes que evitam que o amarelo fique opaco ou com aspecto de palha. Lembre-se de que usar os produtos certos é o melhor caminho para manter a cor bonita por mais tempo.
. Se o seu sonho é se transformar em loira, tudo bem.       
A proposta desta reportagem é justamente mostrar como todo mundo pode investir em uma mudança no cabelo. Porém, diz o conceito de colorometria — estudo da entonação de cores — que o loiro-claro vai melhor com peles claras, tipo rosadas e olhos claros; o loiro-mel ou dourado combina mais com peles claras, porém amareladas e olhos castanhos; já o loiro-escuro ou queimado pode ser usado com qualquer tom de pele.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

novas tecnicas de massagem combatem a queda e auxiliam no crescimento

terapia capilar


massagem_capilar (1)Técnicas de massagem no couro cabeludo agradam a clientela.

Salão de beleza não é lugar só para cuidar do corpo, mas também para agradar a alma. Com essa ideia em mente, alguns proficionais começaram a oferecer serviços focados na saúde dos clientes. Um deles é a massagem capilar. As técnicas se concentram no relaxamento, na melhora da circulação, na revitalização dos folículos capilares e na prevenção da queda de cabelos. Conheça as que mais vêm fazendo sucesso.


Técnica do xampu
Para proporcionar uma experiência prazerosa aos clientes, a terapeuta capilar Delizete ferreira utiliza um procedimento para o momento da lavagem dos fios. Nele, o cabelo é lavado com produtos da Diáfora da nano o couro cabeludo recebe leves apertões e beliscões. “A cliente sai tão satisfeita que volta na semana seguinte somente para receber a massagem”,  O serviço é gratuito para quem solicita qualquer tratamento capilar, até corte ou coloração.

massagem_capilar (2)Massagem relaxante
A massagem capilar relaxante, ou antiestresse, tem como objetivo proporcionar relaxamento, alívio e bem-estar. a profissional realiza o procedimento com xampu de menta, que limpa profundamente o couro cabeludo. A massagem é realizada no lavatorio antes de qualquer procedimento
A massagem realizada pela terapeuta  auxilia no crescimento, nascimento e fortalecimento dos fios. garante  a profissional . Ela utiliza técnicas de massagem de relaxamento para estimular a circulação sanguínea e deixar o couro cabeludo com mais mobilidade e menos rigidez.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Conheça bem o seu fio capilar

O FIO DE CABELO

A pele é um órgão vivo que desempenha funções importantes em nosso organismo, como regular a temperatura, agir como mecanismo de defesa, proteger nosso corpo de ações externas, entre outras. É no interior da pele que acontece a formação dos fios de cabelo.

Ela é dividida em três camadas distintas:
  •  Epiderme - é a camada superficial
  •  Derme - é a camada intermediária
  •  Hipoderme - é a camada profunda.
A pele abriga todos os fios de cabelo, neste caso o couro cabeludo. O fio do cabelo origina-se dentro do folículo piloso, onde se encontra o bulbo ou raiz. A alimentação dos fios acontece na papila, através da circulação sanguínea, que nutrem as células germinativas e assim estas células se reproduzem continuadamente e originam o fio de cabelo.

O fio de cabelo é uma estrutura fina que cresce em média 1,5 cm ao mês. Ele é constituído principalmente de uma proteína denominada queratina. Durante seu crescimento ele é envolto pela secreção das glândulas sebáceas. Estas são as responsáveis pela lubrificação dos fios, funcionam como uma capa protetora, além de permitir brilho e suavidade ao fio. Cada fio possui raiz e haste. A haste é a parte visível.
Ao microscópio aumentado,milhares de vezes , cada fio possui três estruturas principais:
  •  Cutícula – Camada Externa
  •  Córtex – Camada intermediária
  •  Medula – Camada central.
1. CUTÍCULA - É a camada externa do fio. Cujas propriedades estruturais servem de proteção contra influências externas. Ela é formada por células achatadas que formam uma cobertura de escamas de queratina que se sobrepõem umas as outras, lembram escamas de peixe. A cutícula quando agredida ocasiona alterações na saúde do fio, como pontas secas e duplas, cabelo seco e quebradiço, alteração na cor, queda, etc. Isto ocorre principalmente por Ações Mecânicas como ato de escovar, pentear, secar e por Ações Químicas como descoloração, tintura, permanente, alisamentos, etc e por Ações de Agentes Externos como sol, poluição, vento, poeira, água com cloro, ar condicionado, etc.

2. CÓRTEX - É constituído de células delgadas que possuem em seu interior um pigmento denominado melanina, que confere a cor dos cabelos, podendo estar presente sob a forma de grânulos esparsos, grumos ou fluído.
A cor do cabelo é determinada geneticamente. De acordo com a natureza da melanina, a quantidade e a sua distribuição no cabelo, pode obter várias cores. Os tipos principais de melanina são três: Eumelanina – Azul, Feomelanina – Amarelo e Tricosiderina – Vermelho.
As cores naturais dos cabelos dependem das diferentes proporções destas melaninas e são indicadas na escala de 1 a 10, da cor mais escura a mais clara, em progressão descendente, para o desenvolvimento de tinturas.

 COR NATURAL
1. Preto
2. Castanho Escuríssimo
3. Castanho Escuro
4. Castanho Médio
5. Castanho Claro
6. Louro Escuro
7. Louro Médio
8. Louro Claro
9. Louro muito Claro
10. Louro Claríssimo
3. MEDULA – Consiste de um eixo central de células


ESTRUTURA QUÍMICA DO FIO

O fio de cabelo é constituído principalmente de queratina, uma proteína fibrosa, derivada das células ectodérmicas (pele). O cabelo contém de 65% a 95% de proteína (queratina) e os demais componentes são:
  •  Água – esta é fundamental e sua concentração aumenta de acordo com a umidade do ar. Os fios quando estão molhados são menos resistentes e rompe-se com maior facilidade.
  •  Lipídeos – Os internos que fazem parte da estrutura do fio e os externos formados pelo sebo.
  •  Elementos químicos – (vitaminas e minerais) sua presença na estrutura capilar é muito baixa.
A queratina dos cabelos contém cerca de 10 a 14% de cistina (aminoácido) que contém as pontes de dissulfeto, que são as responsáveis pela capacidade da queratina dos cabelos, distender-se a quase o dobro do seu comprimento quando exposto ao calor úmido, mas se contrai ao comprimento normal pelo resfriamento.
É devido às propriedades da queratina, que o cabelo para ser ondulado, pode ser molhado e enrolado firmemente em torno de um rolo sólido, ficando assim até secar. A tensão prolongada rompe as ligações, levando o fio à outra posição. Estas ligações porém são instáveis e se o cabelo for lavado, elas desaparecerão e o modelo de ligações primitivo é restabelecido.
As substâncias químicas que provocam a ruptura das ligações das pontes cruzadas de dissulfeto modificam permanentemente o fio do cabelo, é o caso de alisamento de cabelos.

FORMAS DE CABELO

A curvatura é a característica do cabelo que mais influência o volume , a penteabilidade e a maleabilidade, entre outras características. A curva do cabelo crespo, ondulado e liso é determinada geneticamente, variando de acordo com as raças.
  •  CABELOS LISOS - é predominante nas raças mongólicas, como os chineses, esquimós e índios. São cabelos grossos e lisos, com algumas variantes: lisos e finos e ligeiramente ondulados.
  •  CABELOS ONDULADOS - é predominante nas raças caucasóides como os europeus. São cabelos finos e ondulados, que se dividem em ondulados, muito ondulados e cacheados.

Essa é a minha cliente Adriana ela tinha um cabelo muito crespo volumoso e desalinhado 


 Hoje ela ta feliz da vida ,com o novo visual.esta fazendo a nano terapia e so aliza os cabelos de 3 em 3 meses. Fiz analise do fio dela, e trnsformei o sonho dela em realidade





  • CABELOS CRESPOS - é característico de quase todas as raças negras e suas miscigenações podendo variar em crespos e muito crespos


TIPOS DE CABELO
Cada pessoa já nasce com seu tipo de cabelo (seco,oleoso,normal) que são características transmitidas por fator hereditário. Mas outros fatores podem alterar sua natureza original, tornando-os mistos, com pontas duplas, ressecados e danificados.
  •  CABELOS SECOS: São de toque áspero, sem brilho, volumosos, armados e frágeis. Acumulam eletricidade estática e são difíceis de pentear e desembaraçar. Algumas causas mais comuns: hábitos alimentares, longas exposições ao sol e banhos de mar e piscina sem prevenção adequada, processos de tintura, permanentes, alisamentos. Estes fatores ocasionam desequilíbrio com a secreção nas glândulas sebáceas tornando o couro cabeludo e os fios secos.
 INDICAÇÃO: Usar o Shampoo Hidratante,Diáfora Recondicionador Liquido Diáfora, e o Balsamo normalizante.Obs: esse balsamo é um produto proficional e só é encontrado nos salões. o champoo e o recondicionado você pode comprar no salão pois é linha de clientes.Todos os iténs indicado é parte do kt de manutenção da nano DIÀFORA
  •  CABELOS OLEOSOS: São gordurosos, pesados, sem volume e geralmente finos. Têm brilho que é decorrente do excesso de oleosidade. O fato de possuir maior secreção sebácea pode ocasionar e acelerar o processo de queda. Causas mais comuns: o stress físico e mental, alimentação desequilibrada, problemas hormonais, provocam desequilíbrio na secreção das glândulas sebáceas acelerando sua produção, influindo na oleosidade da pele e dos cabelos.
 INDICAÇÃO: Usar o Shampoo Revitalizante Acquafinish da nano
  •  CABELOS NORMAIS: São macios, sedosos, de aparência saudável, brilhantes e com volume. As glândulas sebáceas liberam apenas a oleosidade suficiente para lubrificar naturalmente os fios.
 INDICAÇÃO: Usar o Shampoo hidrtante Diáfora ou o revitalizante Acquafinish da nano
  •  CABELOS MISTOS: Geralmente o couro cabeludo é oleoso e os fios são secos e quebradiços. Causas mais comuns: Produtos inadequados, processos químicos como tinturas, alisamentos, uso exagerado do secador, agentes externos como sol, água do mar e piscina entre outras.
 INDICAÇÃO: Usar o Shampoo Nano Rpair complexPro-Gravidade e o Condicionador instantâneo Nano repair cmplex alternar com o Shampoohirdtante e Recondicionador liquido Diáfora

CICLO DE VIDA DO FIO
Fase do crescimento (Anágena)
Esta fase dura entre 3 a 5 anos. As células da papila se dividem permanentemente e empurram as precedentes para cima. Este processo de empurrão das células é o responsável pelo crescimento do fio.
Fase de repouso (Catágena)
Sua duração varia de 3 a 4 semanas. A divisão celular diminui e depois cessa. O cabelo não cresce mais
Fase de queda (Telógena)
Duração média de 3 a 4 meses. A multiplicação celular não acontece mais, o cabelo desprende e cai. Em seguida a papila se reativa e um novo fio de cabelo se forma.
  • Na vida de cada pessoa o folículo pode produzir em média 25 ciclos.
  • Diariamente perdemos de 30 a 50 fios. Esta troca é lenta e nem se percebe. Se esta média for superior pode haver um desequilíbrio.
 O fio de cabelo cresce em média de 1 a 2 cm ao mês.

CABELOS E PROBLEMAS
Os problemas que mais preocupam são os da raiz (bulbo). Por uma série de fatores , os cabelos sofrem as conseqüências que às vezes os levam a queda parcial ou total (Alopecia). As situações em que é envolvido o couro cabeludo, são anomalias tais como:
  •  SEBORRÉIA: substâncias oleosas que acumulam e se solidificam na raiz, inibindo a oxigenação, assim causando o sufocamento do bulbo.
 O que fazer: Lavar os cabelos com Shampoo Complexo Vegetal Terractiva, de ação natural, massageá-los bem , se possível todos os dias.
  •  HIPERIDROSE: excesso de suor, causado pelo descontrole das glândulas sudoríparas, mistura-se ao sebo causando asfixia do bulbo e oleosidade nos cabelos.
 O que fazer: Usar xampus antioleosida Sempre massagear bem os cabelos, se possível todos os dias. Obs. Jamais dormir com os cabelos molhados.
  •  ANÊMICO: Acumulam-se os problemas acima descritos e é afetada a circulação sanguínea da papila pilosa tornando o sistema de alimentação do bulbo insuficiente.
 O que fazer: Usar um antiqueda natural indicado pelo seu dermatologista.
  •  ALOPECIA: couro cabeludo com seborréia, hiperidrose, mal nutrido e anêmico, inicia-se uma anomalia, a alopecia (queda dos cabelos).
 O que fazer: Usar produtos de limpeza profunda, produtos que hidratam e nutrem e produtos antiqueda. Mas, nestes casos de alopecia, é preciso a orientação médica.
OBS: Mas em todos os casos acima citado é indicado lavar os cabelos com água morna, uma boa limpeza é fundamental para a saúde de todos os cabelos. O choque térmico (água fria imediatamente após a limpeza dos cabelos) é benéfico e quase necessário, é cientificamente comprovada a sua eficiência

PROBLEMAS DOS FIOS

  • POROSOS: As escamas ficam abertas, deixando os cabelos porosos, tornando-os sensíveis aos agentes externos e ainda com a perda da pigmentação, ou seja, da cor.

  • PONTAS DUPLAS (Tricoptlose): Dá-se uma ruptura que começa nas pontas dos cabelos, tornando-os difíceis de pentear e fáceis de quebrarem com o manuseio de pente ou escovas

segunda-feira, 16 de maio de 2011

manutenção para cabelos kit 160,00

compre na promoção tel: 21-34728308

imagens de calvicie feminina





terapia capilar para caspa e seborréia

“TERAPIA CAPILAR PARA QUEDA, CASPA E SEBORRÉIA”



Calvície Feminina

Ao contrário do que muitos imaginam a calvície calvície não é um problema que afeta apenas o sexo masculino. Uma em cada cinco mulheres irá apresentar algum grau de calvície, que por menor intensidade que seja, poderá trazer um grande incômodo, já que a calvície é socialmente aceita no sexo masculino, mas não no sexo feminino.

Na mulher, a manifestação clínica da queda capilar tende a ser mais sutil e existe a possibilidade de camuflar pequenas áreas calvas com o tipo de penteado. Outra diferença em relação aos homens é que no sexo feminino a perda de cabelo tende a ser mais difusa, ocorrendo em todo o couro cabeludo ou se concentrar no topo da cabeça, mantendo a linha anterior frontal (franja) preservada.

Nos homens a imensa maioria dos casos de perda capilar possui causa genética, nas mulheres as causas da perda capilar podem ser mais complexas, de diagnóstico mais difícil, podendo os fatores causais estarem atuando conjuntamente.

Fatores que podem influenciar a queda capilar incluem: dietas radicais e mal orientadas, já que o cabelo é formado principalmente por proteínas e sua manutenção depende de sais minerais como o ferro e o zinco, assim a falta desses nutrientes pode levar a queda de cabelo. O envelhecimento e a menopausa também contribuem para a queda capilar. A diminuição dos níveis hormonais provoca o enfraquecimento dos cabelos levando a queda. Ainda uma série de situações que podem levar a perda capilar como: pós parto, doenças da tireóide, infecções fungicas,quimioterapia, alopecia areata, estresse, tricotilomania ( hábito de arrancar os cabelos), uso de produtos impróprios para o cabelo, medicamentos e outras. Desse modo, é fundamental a avaliação de um especialista para que o diagnóstico correto seja feito e assim, o melhor tipo de tratamento seja instituído, seja ele clínico ou cirúrgico.

Embora no sexo feminino exista uma série de situações que podem causar a perda capilar, a principal causa também é genética, como no homem, porém com menor freqüência . No sexo masculino, 99% das vezes a calvície é genética, já no sexo feminino, em torno de 70 %. Existem três graus de intensidade de calvície feminina segundo a classificação de Ludwing. Grau I:rarefação leve, observando um defeito central no cabelo. Grau II: Rarefação mais pronunciada, permitindo se visualizar o couro cabeludo. GrauIII:estágio final, onde a calvície está completa.
Na maioria das vezes, o cabelo não precisa nem ter passado por tratamentos químicos para sofrer quedas. Os motivos para a queda dos cabelos podem ser vários, desde o estresse, má alimentação e até mesmo ser provocada pela lavagem diária com água quente.

Para amenizar este problema, a terapia capilar pode ser uma grande aliada. Trata-se de um exame detalhado, que analisa os fios do cabelo e o couro cabeludo. Com a ajuda de uma microcâmera, pode-se observar na tela do computador detalhes do couro cabeludo que não podem ser vistos a olho nu.

publicidade
Mas para que serve a terapia capilar?
Vendo de perto o couro cabeludo e com o diagnóstico capilar é possível saber quais substâncias devem ser aplicadas nos cabelos para agir contra a caspa, oleosidade excessiva, fragilidade dos fios e seborréia. Além disso, a terapia capilar ajuda a preparar os fios para futuros processos químicos, evitando assim a queda dos cabelos e fazendo que eles voltem a ficar bonitos e saudáveis novamente.

Esse processo deve ser feito por um especialista no assunto. Seu cabeleireiro primeiramente terá que conhecer seus hábitos diários e em seguida diagnosticar o seu couro cabeludo.

Para dar início ao procedimento da terapia capilar, é usado um pente esterilizado para separar os fios e analisar sua espessura. Dependendo do estado dos fios, é feito um tratamento de urgência com produtos específicos. Para casos graves, como quedas avançadas, são necessárias até doze sessões com intervalos de uma semana entre cada análise. Casos mais graves devem ser acompanhados por um dermatologista.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

alizamento infantil

                                                         Alizamento infantil
Não importa se o crespo é com ou sem volume, tem ou não cachos definidos. Até mesmo nas crianças, todas as variações desse tipo de fio apresentam o mesmo problema: como o cabelo é enrolado, a lubrificação natural mal chega às pontas, o que provoca falta de brilho e ressecamento. A solução é hidratar no salão e em casa, com produtos à base de colágeno, queratina e ceramidas. Quando se opta por relaxá-lo ou alisá-lo, a atenção tem de ser redobrada. Em casos assim, o papel do cabeleireiro é importantíssimo. Além de indicar a melhor química, o profissional também deve explicar quais cuidados o cabelo passa a exigir. Entre eles, a adoção de uma linha de manutenção com xampu, condicionador, máscara e leave-in específicos. A moral da história é que, para ter um cabelo crespo bonito, com sua estrutura alterada ou não, é preciso cuidar, sempre.
                                                    Crespos sob controle

Em crianças pequenas é mais fácil usar produtos indicados pelo cabeleireiro.  “Se a mãe cuidar bem do cabelo, a manutenção resolve.” No salão, ótima pedida para crespos sem química é a hidratação, que controla o volume, deixa o fio com brilho e fácil de desembaraçar. , o melhor tratamento é o que devolve umidade à fibra capilar e não requer fonte de calor. “Criança é impaciente, não gosta de secador”, .
Quando a solução é química
Especialistas em crespos garantem que relaxar, alisar e enrolar cabelinhos não traz seqüelas, desde que o processo seja criterioso. “A mãe deve procurar um cabeleireiro que entenda do assunto, fazer perguntas e observar se ele sabe lidar com criança”,fazer suas avaliações. Quando percebo que a mãe não cuida bem do cabelo do filho, não faço a transformação”, .
                     Na idade certa
Especialistas  confessam que se atêm mais à resistência do fio e ao porte físico da criança do que à idade. “Nos Estados Unidos é possível relaxar o cabelo a partir dos três anos, pois há produtos infantis, como os da Luster’s. Isso não ocorre no Brasil, onde só contamos com fórmulas para adultos. Mesmo assim, aqui se faz o primeiro relaxamento por volta dos seis anos.”
o Ministério da Saúde só libera o uso de alisantes a partir de 12 anos, mas ressalva: “Obe-decendo instruções de uso, como evitar que o produto encoste e sensibilize o couro cabe-ludo, essas fórmulas podem ser usadas em crianças”.
Em cabeças kids, a melhor base é a guanidina porque não tem odor como a amônia. “É mais suave porque tem pH 11,0, superior ao da amônia, que é 8,5”, compara. Para os pais que preferem relaxar o cabelo dos filhotes a alisar, por achar o alisamento muito forte, vale esclarecer. “A química é a mesma. O que diferencia é a maneira de aplicar, o tempo de pausa e a quantidade de produto, que é maior quando se alisa”,. “Hoje a indústria está muito evoluída, faz-se teste de mecha e existe protetor para o couro cabeludo. Sabendo fazer, não há perigo”, . A seguir, as técnicas mais usadas em crianças:
• Permanente afro – Para os muito crespos e sem forma. “Faço em maiores de 10 anos, pois o odor é forte e demora de duas a três horas”, . Para um encaracolado natural, são dois os processos químicos, um para soltar e outro para formar o cacheado. As mães gostam da técnica pela praticidade. Após a lavagem, basta aplicar um leave-in e ajeitar com as mãos.
• Texturização – À base de hidróxido de guanidina, é indicada para quem deseja ondas definidas sem abrir mão do volume. Minimiza o aspecto do encrespado miudinho. “O processo tira de 10 a 15% do volume e leva pouco mais de uma hora”, . Esse tempo é suficiente para aplicar o produto, fazer pequenos caracóis com os dedos, dar o tempo de pausa, enxaguar, passar outra fórmula, enxaguar e neutralizar. No dia-a-dia, basta modelar com um leave-in.
• Escova progressiva – Nem todo cabeleireiro adota esse método em crianças por causa do formol. “O couro cabeludo é uma região muito vascularizada e absorve bem qualquer substância. O formol pode provocar efeitos colaterais, mesmo em adultos”,. , no entanto, defende o método. “É importante verificar se o produto contém o ativo na quantidade de 0,2%, autorizada pela Anvisa. Feita com responsabilidade, a progressiva garante ótimo resultado, além de ser compatível com outras químicas”, avalia.
• Relaxamento – A técnica utilizada para soltar os cachos e reduzir o volume requer muita habilidade na aplicação para não deixar um aspecto esticado. , é indispensável fazer oito sessões de hidratação antes do procedimento. “Tem mãe que traz a filha depois de passar férias na praia e quer relaxar os fios para minimizar o efeito espigado. É um equívoco, pois a química pode ressecar ainda mais a fibra capilar e deixar o cabelo quebradiço”, ,o relaxamento, quando bem-feito,é muito apropriado para os pequenos. “Em crianças, diminuir o volume é melhor que alisar”, tratamento à base de hidróxido de cálcio, extrato de açaí e cacau, que só pode ser ministrado por profissionais. “Não muda a estrutura do fio e valoriza os cachos”, explica.
• Alisamento – Como diz o nome, consiste em alisar os fios. Com um bom profissional, o resultado é positivo em todos os tipos de crespo, mas ainda assim não é a melhor pedida para crianças. “Quem alisa tem que fazer brushing depois de lavar, o que não é prático”,. O alisamento não permite, por exemplo, secar os fios amassando com as mãos porque, uma vez esticada, a fibra capilar não volta a enrolar. “Quando se opta pelo relaxamento, é possível fazer escova para um visual liso ou secar naturalmente para obter um cacheado.”
• Sempre que for ao salão comprar produtos de manutenção, a mãe deve levar a criança. Isso faz com que ela se acostume ao ambiente. “Os pequenos devem sentir-se confortáveis, pois cabelo crespo exige plantão no cabeleireiro”,
• Como antes de alisar ou relaxar é necessário, no mínimo, uma hidratação,  recomendo que o pequeno seja atendido pela mesma equipe que aplicará a química. “A intimidade com os profissionais facilita.”

• Ao conversar com a clientela kid,  adoto uma postura especial: permaneço agachada para ficar do tamanho deles e propiciar empatia.

• Enquanto está com a mão na massa, levo um papo com os baixinhos, abordando temas do universo infantil, como escola e amiguinhos.

• Jogar limpo é essencial, . “Se o trabalho leva duas horas, explico que esse tempo é importante para o cabelo ficar mais bonito.”
Marcadores:

perguntas e respostas

                Quais as diferenças entre o dano mecânico e o dano físico do cabelo?

 O dano mecânico tem a ver com a manutenção diária mediante o uso de artefatos como secador, pranchas e babyliss. O dano físico é causado pelo uso de químicas que, obviamente, tiram a umidade natural dos fios. Isso se dá, principalmente, com permanentes, alisamentos, descoloração e tinturas.

Quanto tempo leva para recuperar um cabelo mal tratado?Cerca de dez dias, mas depende de cada caso. Primeiro, deve-se determinar o grau do dano para depois decidir que processo pode ser aplicado.

              Com relação a tratamentos, que conselho você dá para as mulheres?
Prevenção é sempre a palavra-chave, mas quem já possui cabelos danificados sabe o quanto isso é crítico. O caminho é usar produtos tecnologicamente avançados para reconstruir os fios e ter novamente um cabelo bonito e saudável. Deve-se lembrar também que a saúde dos fios começa de dentro para fora, por isso o primeiro passo é beber muita água.

agenda do alizamento

Um mês antesMarque um horário no salão. Pergunte ao cabeleireiro se os seus fios estão em bom estado se mostrem muito detonados, aproveite e faça um tratamento de reconstrução com queratina, como a cauterização. Ah, a falta de hidratação é o problema? Aposte numa biotermia.

  A biotermia hidrata os fios com varias  máscaras de tratamento intensivo.
  Já agende o horário da transformação no salão. Se o profissional estiver  ocupado e com a agenda cheia, não lhe dará a atenção necessária.

Um dia antes

Lave a cabeça e deixe o cabelo secar ao natural. Na hora da transformação, o profissional precisa ver suas madeixas do jeito que são para identificar exatamente o que você quer mudar. "Não passe finalizadores como musse, spray fixador ou gel",
                                               No dia D
1. Antes de iniciar o alisamento, o profissional deverá fazer duas provas para ter certeza de que o fio suporta a química. Primeiro, ele traciona um fio para ver a elasticidade. Depois, passa o produto em uma mecha. Se o fio arrebentar ou frizar em algum dos testes... Reprovado!

2. "O alisamento quebra as ligações químicas do interior do fio", explica o dermatologista Ademir Jr. Por isso, após o alisamento, o cabeleireiro deverá sugerir algum tratamento (hidratação ou reconstrução) para ajudar a recuperar os fios

Dois ou três dias depois

1. Lave a cabeça com a linha de manutenção sugerida pelo cabeleireiro. Aproveite para fazer uma hidratação rápida, no chuveiro mesmo. Esqueça a chapinha e veja como os seus fios ficaram com a química.

2. Não gostou? Volte ao cabeleireiro. Caso ele tenha errado na mão, irá resolver o problema. E se a culpa não for dele, dará uma solução


Uma semana depois

1. Volte ao salão, dessa vez para fazer uma super-hidratação e recuperar os fios. As escovas gradativas sem química (nem formol!) são uma ótima opção para quem ainda não está satisfeita com o volume.

2. Como a química muda o caimento do cabelo, aproveite e corte as madeixas. De quebra, você elimina aquelas pontas danificadas!

                                  Ate  o próximo retoque...


Uma vez por semana, pelo menos, faça uma boa hidratação com máscaras específicas para cabelos tratados com química - fios alisados são mais sensíveis. Se os cabelos estão porosos e ressecados, recorra outra vez ao cabeleireiro e faça um tratamento de reconstrução profunda. O retoque de raiz pode ser feito após dois meses . você só não pode ignorar as regras do tratamento e nem abandonar o salão só porque o seu cabeloo ta maravilhoso

terça-feira, 10 de maio de 2011

Cabelos vermelhos

Vermelhos vibrantes combinam bem com mulheres de pele clara ou para mulheres de olhos claros. A maioria das mulheres antenadas e por dentro do mundo fashion irão aderir esta cor! Digo a maioria, porque vai da personalidade e estilo de cada uma.





Vermelhos intensos transmitem um ar de liberdade e ao mesmo tempo dá um toque de inocência. Mulheres com pele mais rosada e morenas em geral combinam bem com esta cor de cabelo.





Vermelhos amarronzados ideal para mulheres de pele branca, esta cor causa um maior contraste com a pele mais clara. Mulheres que buscam um estilo mais jovem e mulheres mais maduras que buscam um look mais moderno, o vermelho amarronzado é a pedida da vez. Aconselhável para aquelas de pele branca para um maior contraste.




sexta-feira, 6 de maio de 2011

Cuidados com os cabelos quimicamente tratados

 


 
Cabelo bonito é uma conquista diária!
Lavar, escovar, hidratar são tarefas corriqueiras, mas essenciais para os cabelos estarem bonitos e saudáveis.
Porém, nem sempre conseguimos bons resultados com cuidados básicos, não é mesmo? É aí que você deve procurar um proficional.
Preocupados com a beleza e saúde dos fios, eles sabem reconhecer as necessidades de cada tipo de cabelo e aplicar a técnica ideal para deixar as madeixas em ordem.
 
Uma expert nesse assunto é a terapeuta capilar Delizete com 10 anos de experiência em beleza! também participou de vários cursos importantes,

Especializada em cor, corte e penteados em geral, Delizete afirma que as idas ao salão de beleza são necessárias para dar um up no visual. “Intercalar os cuidados em casa aos serviços de um profissional são super importantes para garantir um cabelo bem tratado.